sábado, 16 de agosto de 2008

Desta vez foi bom...

O empate contra o São Caetano foi um bom resultado.

Pelas circustâncias e pela força do adversário. Em pontos corridos, os empates fora de casa em jogos contra adversários diretos são importantes não somente pelo ponto somado, mas pricipalmente por impedir que o time que joga em casa some TRÊS pontos. É sempre uma vantagem.

O São Caetano sempre vou considerar um adversário direto, mesmo com as oscilações de competição.

O primeiro tempo foi de dar sono. Tava vendo lá na TVCom e confesso que cheguei a cochilar.
Mas o segundo tempo foi de dar susto. O Avaí saiu na frente, com Evando, mas tomou a virada muito rápido. Tuta fez o que quis com a defesa do Avaí - nos DOIS gols. Ao mesmo tempo que dava susto, o Avaí mostrava a qualidade de sempre pra chegar ao empate DUAS vezes, no DOIS a DOIS, com o belo gol de Rafael Costa, que começa a mostrar bola, e no TRÊS a TRÊS com Émerson, sempre efetivo no ataque.

Foi um bom resultado, avaliando o todo do jogo. O Avaí termina o turno entre os QUATRO e com folgas.

Sobre a saída de Marquinhos para o Santos, eu volto pra falar depois...vamos ver se isso se confirma.

Abraços

6 comentários:

Eduardo disse...

Rodrigo,
Lembra quando comentei em outro post que o Avaí jamais subirá pois tem postura de time pequeno...
Como é que um jogador vem a publico dizer que não sai por dinheiro nenhum do mundo... Então ele não eh profissional. Pois do trabalho dele depende sua família...
E pior, como um time permite tal absurdo...
Hj, independnete do futebol maravilhoso, dos golaços, das marcas maravilhosas do Sillas, o Avaí mostrou que não tem condições nem de competir com o nosso Figueira, que pode até parecer acomodado as vezes, mais não faz papel de otário...
Lembram que o Clayton iria sair... Acho que o começo do fim estar por vir.
Sempre apostei nisso.
Que final de semana maravilhoso.
Fui.

thiago pravatto disse...

com marquinhos ou sem marquinhos,... nao adianta ficar choramingando!

temos que manter o foco, apoiar ainda mais quem fica!

nosso objetivo é a serie A, e se precisar temos que ganhar no grito!
Agora é a hora do 12º jogador mostrar que também ganha jogo!

Vamos juntos até o fim!

abraço faraco!

Fábio - Campeche disse...

Rodrigo,

Esta sim será uma baixa considerável no elenco avaiano. Perder Marquinhos, Valber ou Batista é sempre uma grande baixa. Considero o trio o ponto de equilíbrio deste elenco, pois quando um deles não está bem o time cai de produção. Achar outro com mesmo nível é quase impossível, haja visto o Santos estar se reforçando na série B. Quanto a situação do Marquinhos é compreensível pelo lado profissional, quem não aceitaria uma excelente proposta profissional.

Torço para que fique.

Já o jogo concordo plenamente com sua explanação, e o AVAÍ tem sempre demonstrado a segurança de que vai empatar e virar quando em desvantagem. Tem mostrado futebol para isso. Achei o Paes um pouco inseguro, mas não teve culpa nos gols.

Abraço.

Anônimo disse...

Não podemos ficar batendo sempre na mesma tecla. A imprensa está polemizando com o ato "conjunto entre diretoria e jogadores" firmando propósito em não permitirem a saída de outros jogadores, pós Vandinho. Claro que aquela foi uma tentativa de reforçar a idéia de conjunto e firmar os propósitos da equipe, para que não ficassem os jogadores mais ligados nas possíveis propostas externas, do que nos próprios jogos!
No mais, acho que Marquinhos era importante, mas não essencial. Ninguém é ingênuo pra pensar que iríamos segurar um jogador com esta qualidade na série B. É só ver o Figueirense, por exemplo, que busca reforços, frequentemente, na série C...
E quanto ao amigo Eduardo (torcedor do tricolor do estreito), parece que tem memória curta! Lembar do César Prates, Amigo? aquele que beijava escudo do time e declarava amor eterno ao clube???

Um abraço, Rodrigo. E vamos em frente!

Vilson

Anônimo disse...

Até que enfim alguém se posicionou de maneira correta.. que é esperar algo se concretizar ou não para comentar.
Alguns aí estão felizes com a possível saída dele.. que pensamento pequeno hein tricolores do estreito?
Maass.. existe a possibilidade do galego continuar aqui.. sgunda feira será amarga para alguns não?
Um abraço e parabéns pela coerencia faraco.

Bruno Koerich

Rodrigo Faraco disse...

É exatamente isso, Bruno!

A minha posição é esperar o desfecho da negociação. Não vou comentar mais a não ser dizer que lamento se Marquinhos sair. Se Sair eu falo, se não sair eu falo também. Por enquanto, espero!

abraços